terça-feira, 28 de setembro de 2010

Resumo do artigo: “Por uma Vida Religiosa místico-profética a serviço da vida”

O artigo foi escrito por D. Pedro Ricardo Barreto Jimeno, SJ que atualmente é Arcebispo Metropolitano de Huancayo (Peru), por ocasião do encerramento do Congresso da Vida Religiosa e Teologia Latino-Americana da CLAR.

A experiência de Deus impulsiona a pessoa à profecia que se torna visível através da ação missionária do consagrado na Vida Religiosa. Esta ação acontece mediante quatro dimensões principais: ANÚNCIO de um Deus que quer fazer comunhão, a partir de Jesus Cristo, com as pessoas (e deseja que elas também o façam entre si). DENÚNCIA do pecado pessoal e social, dos sinais do mal e da opressão no mundo e no coração das pessoas. DISCERNIMENTO da vontade de Deus na própria vida através da Sua Palavra (Jesus Cristo) e da ação no cotidiano. ACOMPANHAMENTO próximo dos pobres através da amizade sincera, do convívio pessoal, da escuta interessada visando uma maior identificação e aprofundamento dos seus desejos, dificuldades e o modo próprio de viver a fé, procurando, a partir deles, a “transformação de sua situação”.

Entretanto, para o desenvolvimento dessas dimensões e o cumprimento da missão, é necessário entregar-se à mesma dinâmica de Jesus Cristo: apaixonar-se pelo Reino, absolutizá-lo e relativizar todo o restante, e assim, transparecer Deus. Por isso, a essência da vida religiosa está em envolver-se no encontro pessoal com Jesus Cristo e, simultaneamente, oferecer-lhe tudo o que somos e fazemos. Nesse envolvimento pessoal e profundo deve-se viver a mística dos “olhos abertos” e “ouvidos atentos” aos outros, a fim de que, possamos “discernir o chamado de Deus a partir da realidade que nos cerca” e, assim, colaborarmos com uma autêntica libertação e promoção humana.

Esse processo de escuta e visão da realidade nos permite perceber mais claramente o chamado divino e, a partir da vivência sincera do carisma fundacional do Corpo Apostólico ao qual fomos convocados a tomar parte, nos impulsiona a sermos contraditórios em relação à sociedade hedonista em que vivemos. Desse modo, os religiosos devem viver sua vocação sem incoerências ou ambigüidades, expressando através da vivência dos votos, da vida comunitária e do serviço aos outros sua total consagração “a Deus e a seu Reino”.

Essa expressão nos ajuda a entender que a vida religiosa não é um mero um sinal de contradição e contracultura, mas um elemento incentivador, a partir da Igreja, de uma verdadeira cultura de paz, de respeito à vida (“desde seu princípio até seu final natural”), de promoção da dignidade humana, da “busca pelo bem comum” e do cuidado com o meio ambiente, “nossa casa comum”.

Entretanto, para que a vida religiosa expresse verdadeiramente esses valores e princípios é necessário que transpareça Deus e, isso só acontece quando descobrimos “o sentido mais profundo da busca”, quando sabemos dialogar com as pessoas de hoje a partir da nossa “experiência pessoal com Cristo”, quando temos uma “identidade religiosa clara e visível do carisma fundacional” e, “centrados na vontade de Deus e em seu Reino”, possuímos autenticidade de “testemunho pessoal inserido na vida e na missão da Igreja”.
Leia Mais…

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Festa de Nossa Senhora Aparecida

Leia Mais…

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Caminhada Vocacional da Juventude - Fortaleza/CE

Na tarde de Domingo (29/08/2010) aconteceu a Caminhada Vocacional da Juventude com o tema: “Viver. Transformar. Amar. É de Deus? Tô nessa!!!”. Cerca de 250 jovens de diversas comunidades da Paróquia do Mondubim se concentraram na Igreja São Francisco Xavier (Conj. Esperança), de onde partiram em uma grande caminhada cheia de alegria até a Igreja de São Roque (Novo Mondubim).

Ao término da Caminhada houveram apresentações de grupos locais e a celebração da Eucaristia, onde a reflexão sobre a vida da juventude e seu papel diante das transformações das suas realidades, foram assuntos abordados neste grande evento.






(Gabriel Leitão e Márcio Fernandes - vocacionados)
Leia Mais…

Despertar Vocacional - Presidente Vargas

No dia 22 de Agosto de 2010 aconteceu mais um Despertar Vocacional promovido pela Comunidade Vocacional São Pedro Claver.

Neste importante momento de encontro com a juventude onde foi abordado o tema: "Que fiz, que faço, que farei por Ti, Senhor!", os vocacionados internos jesuítas deram seu testemunho, apresentaram uma esquete vocacional e proporcionaram aos cerca de cinquenta jovens que participaram do encontro um tempo de reflexão e provocação sobre o chamado que Deus faz a pessoa.




Gabriel Leitão (vocacionado)
Leia Mais…