segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Nota da CNBB - Dia Mundial de Combate a AIDS

em 01/12/2008 15:09:15 (175 leituras)

Ao transformar o 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, em outubro de 1987, a Assembléia Mundial de Saúde, com apoio da Organização das Nações Unidas – ONU, denunciou a epidemia da AIDS como um dos maiores desafios já vividos pela medicina. Na recente história, não existe uma outra doença que possa ser comparada à infecção do HIV, diante das repercussões que esta tem determinado sobre as relações humanas e com as instituições sociais.

Todos somos convocados, especialmente neste dia, a refletir sobre a solidariedade que se deve prestar aos milhões de irmãos e irmãs infectados pelo vírus da AIDS, cuja dor e sofimento aumentam ainda mais com o preconceito e a discriminação de que são vítimas. Neste sentido, reconhecemos e aplaudimos os que, movidos pela compaixão do Bom Samaritano, se colocam ao lado dos que têm HIV/AIDS, renovando-lhes o sentido da vida, cumprindo o que disse Jesus: "Eu estava doente, e cuidastes de mim" (Mt 25,36). Graças ao seu gesto fraterno é que muitos dos infectados têm dado testemunho de superação, recuperando a alegria e a esperança de viver.

A Igreja, sobretudo através da Pastoral da AIDS, assumindo o serviço de prevenção de HIV e da assistência a soros-positivos, sem preconceitos, acolhe, acompanha e defende o direito à assistência médica e gratuita das pessoas que foram infectadas pelo vírus da AIDS. A CNBB afirmou no Documento 87: "A assistência às pessoas que vivem e convivem com HIV/AIDS precisa ser marcada pelo acolhimento sem preconceito e discriminação, bem como pela defesa dos direitos das pessoas infectadas. A prevenção, baseada em critérios éticos e cristãos, deve implementar a informação, promover a educação e levar a assumir atitudes responsáveis diante da epidemia" (DGAE n. 144).

É urgente, portanto, apoiar e desenvolver campanhas educativas, formativas e informativas que visem ampliar os conhecimentos de toda a população, especialmente dos adolescentes e jovens, para que tenham um estilo de vida saudável e comportamentos pautados nos valores humano-cristãos.
O momento é de busca, aprofundamento e construção de uma resposta adequada a este mal que aflige toda a humanidade. Que Deus, na sua infinita sabedoria, inspire todos os que, comprometidos com a vida, se colocam em marcha na luta contra a AIDS.

Brasília, 1 de dezembro de 2008

Dom Geraldo Lyrio Rocha
Arcebispo de Mariana
Presidente da CNBB

Dom Dimas Lara Barbosa
Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro
Secretário Geral da CNBB

fonte: http://www.cnbb.org.br/ns/modules/news/article.php?storyid=649

Nenhum comentário: