segunda-feira, 3 de março de 2008

85 PERGUNTAS E RESPOSTAS (parte 5)

41. Os apóstolos não quiseram fazer do NT um compêndio da doutrina cristã?

Os livros do NT foram produzidos como resultado de circunstâncias especiais que surgiram entre os convertidos. Eles foram escritos para conhecer as demandas particulares e as exigências da época. Os autores nunca pensaram que as Escrituras ou o NT seriam um dia uma regra exclusiva de religião. Os apóstolos ficariam impressionados se lhes contassem que o que eles escreveram um dia iria se tornar um tipo de manual da doutrina cristã. Sempre se pretendeu que nenhuma escrita fosse usada como um guia fácil de fé e moral, independente de qualquer autoridade viva e pedagógica para os interpretar. São Paulo diz, "Como eles ouvirão sem um pregador? Como eles pregarão a menos que lhes enviassem? A fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Cristo." Quando os apóstolos falam eles afirmam falar com Divina autoridade e não dizem que estão fazendo um manual cristão em parte alguma.Seu ensino era a princípio ORAL, e não era intenção deles criar uma literatura permanente. Eles escreveram aos crentes, não para os incrédulos. A Igreja existiu e funcionou antes que escrevessem qualquer coisa. Antes que uma linha do NT fosse escrito (1) Cristo estabeleceu Sua Igreja; (2) os apóstolos pregaram o Evangelho de Cristo; (3) São Pedro converteu 3,000 judeus; (4) O Concílio de Jerusalém foi feito; (5) A lei cerimonial judaica foi abrogada.

Antes que o último livro do NT fosse escrito (1) a Igreja católica celebrou seu jubileu; (2) 11 dos apóstolos tinham morrido.

Conseqüentemente, A BÍBLIA VEIO DA IGREJA. A IGREJA NÃO VEIO DA BÍBLIA. O cristianismo existiu mais de 300 anos sem uma única Bíblia cristã.

42. Jesus Cristo escreveu qualquer do NT?

Nosso Senhor nunca, tanto quanto sabemos, escreveu uma linha das Escrituras. Ele nunca pediu para os apóstolos escreverem qualquer coisa, e Ele não lhes pediu que escrevessem o que Ele tinha revelado a eles. Ele nunca disse, "Vai e escreve," mas Ele disse, "Ide a todas as nações", " Pregai o Evangelho para toda criatura" "Quem ouvir vocês, ouvirá a Mim". le, portanto, lhes pediu para fazer o que Ele fazia;isto é, pregar a Palavra de Deus às pessoas à viva-voz para as converter, persuadir, instruir, e converter. A fé seria ganha ouvindo, não lendo. Cristo não confiou a mensagem dele a um livro morto que poderia perecer e ser destruído, mutilado, falsificado, mal interpretado pelo homem.

A mesma ação de Cristo prova que a Palavra de Deus seria preservada por uma Tradição Viva e não por uma Mensagem Escrita.

43. Qual é a posição protestante e católica na Bíblia?

O protestante, acreditando em Cristo, pensa que Ele não deixou autoridade a Igreja pedagógica, mas só a Bíblia, que cada indivíduo pode ler e interpretar segundo o princípio do "julgamento privado". Todas as igrejas são feitas pelo homem. Nenhuma delas foi fundada por Cristo. O católico, acreditando em Cristo, pensa que Ele fundou uma Igreja autorizada que tem o direito de guiar todos os seus membros nos assuntos de fé e moral. O católico acredita que a Igreja é infalível e não pode cometer um engano ou ensinar erro. O católico vê a Igreja como um Guia imediato. O católico acredita na Bíblia e Tradição, mas o protestante acredita só na Bíblia.

44. Qual a diferença entre as Bíblias hebraicas, protestantes, e católicas?

A Bíblia hebraica contém só os livros do VT, já que o judeu ortodoxo, reformado ou liberal não aceita nosso Senhor como o Messias. Os judeus palestinos tem 39 livros no VT e os judeus alexandrinos e os judeus da Dispersão tinham 46 livros na Bíblia. A Bíblia protestante contém no VT, 39 livros dos judeus palestinos e os 27 livros do NT, 66 livros ao todo. A Bíblia católica contém 46 livros do Cânon alexandrino ou lista de VT e os 27 livros do NT, 73 livros ao todo.

45. Além da diferença de números de livros há qualquer outra diferença entre a Bíblia católica e protestante?

A séria diferença está na precisão de tradução. Os pregadores e bispos protestantes escreveram muitos livros para mostrar os erros da versão King James e a Versão Revisada. Em uma convenção de ministros em St. Louis, Mo., alguns anos atrás, um ministro presbiteriano urgiu a necessidade de uma tradução nova da Bíblia protestante e segurou isso havia nenhum menos de 30,000 erros. Outra diferença são os títulos dos livros: "Cântico dos Cânticos" para "Cânticos de Salomão", "Apocalipse" para "Livro da Revelação". . . . . "Primeiro e Segundos Reis", para "Primeiro e Segundo Samuel," etc.

46. Por que os nomes são soletrados diferente na Bíblia protestante do da Bíblia católica?

A versão protestante tem, por exemplo, Nebuchadnezzar, o Nabucodonosor católico. As formas protestantes seguem o hebraico, o texto vocalizado que foi feito pelods massoretas entre o quinto e sétimos séculos depois de Cristo; as formas católicas seguem a grega que foi feita aproximadamente no segundo século antes de Cristo. A ortografia católica esteve em alguns casos confirmados por descobertas arqueológicas

47. Você diz que a Igreja veio antes da Bíblia.

SIM. Os livros do NT foram difundidos ao povo mediterrâneo 300 anos antes que os escritos fossem colhidos e compilados numa só coleção. É um fato histórico que o concílio de Cartago (397) estabeleceu o cânon do NT como nós católicos conhecemos hoje.

48. Sempre houve uma coleção das Escrituras antes de 397?

Nós achamos listas de livros do NT por santo Atanásio, são Jerônimo, santo Agostinho, e muitas outras autoridades, mas suas listas não correspondem perfeitamente à coleção que nós possuímos agora. Foi no concílio de Cartago (397) que foram tiradas todas as dúvidas no cânon ou lista de livros que toda a cristandade teve até que os reformadores mudassem aquela lista. Se existissem outras listas de livros antes de 397, então a ação do concílio de Cartago mostra ao mundo que a Igreja católica selecionou, peneirou, e estampou com a autoridade dela as Escrituras da Lei Nova. Há terminado a Igreja católica que os protestantes adquirem a Bíblia deles/delas. Imagine como seria o protestantismo se a Igreja católica realmente fosse inimiga da Bíblia e tivesse destruído todos os manuscritos nos dias da igreja primitiva.

49. O que você quer dizer por Inspiração da Bíblia? Deus age como o autor de toda palavra escrita?

Inspiração significa o fato que Deus como o autor de cada e todo livro da Bíblia não fez outra coisa a Moisés, Davi, Isaías, os apóstolos, etc., a menos o poder de escrever algo que Deus não queria que eles escrevessem. Por exemplo, Moisés não pôde escrever o que Deus não queria que ele escrevesse ou de certo modo Deus não queria que ele escrevesse. Sua escrita era controlada por Deus, contudo Ele deixou o autor humano livre. Deus permitiu a liberdade de estilo a cada escritor, mas Deus foi o responsável para cada e tudo o que o escritor escreveu. Deus pôde inspirar as mesmas palavras que eles usaram, mas isto não é essencial ao movimento de inspiração. Por exemplo, nós podemos afirmar que Moisés é o autor dos primeiros 5 livros da Bíblia, mas a Comissão Bíblica nos diz que nós não precisamos crer que Moisés os escreveu. Ao escrever sob inspiração, ele pode ter "sido levado a escrever um ou mais livros, mas deveriam expressar fielmente sua mensagem, não deveria escrever nada ou omitir nada contra seu desejo e que o trabalho aprovado por Moisés, o autor principal, deveria ser publicado com seu nome".

50. O que você quer dizer pela edição da vulgata?

Foram feitas traduções da Bíblia em latim, armênio, siríaco e cóptico, árabe e etíope para o benefício dos cristãos nestas terras. O latim apareceu primeiro em 150 e outras traduções em latim depois. A melhor e principal versão latina foi feita por são Jerônimo e foi chamada de "Vulgate"- isto é, comum, ou versão aceita. São Jerônimo foi o monge e estudioso mais instruído de sua época e a pedido de papa são Dâmaso em 382 fez suas traduções latinas corrigindo as versões latinas existentes com os manuscritos gregos que ele tinha.

Nenhum comentário: